Resenha: O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares

thumb2-1024x749 (1)

O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares conta a história do Jake Portman, um adolescente de 16 anos que trabalha, de muita má vontade, numa farmácia, que um dia vai herdar pois a rede pertence à sua família. A pessoa com quem ele se dá melhor é seu avô. Quando o Jake era criança, ele ouvia desse avô as mais diversas histórias sobre como ele cresceu num orfanato numa ilha no Reino Unido, e como nesse orfanato haviam as mais peculiares crianças. Crianças que podiam voar, insisíveis, muito fortes e etc. Com o passar dos anos, ele foi deixando de acreditar nessas histórias por achar que o avô já estava esclerosado ou que simplesmente inventava tais ‘contos de fadas’, até que um dia, algo acontece que deixa o Jake traumatizado e o faz questionar várias coisas, inclusive sua sanidade. Até que ele decide ir para a tal ilha descobrir se tudo que o avô sempre contou, era verdade. Ele inclusive tem esperanças de encontrar algumas crianças no Orfanato, ou até mesmo a própria Senhorita Peregrine, afinal, ele tem cartas recentes que foram enviadas por ela para o avô dele. No entando, ao chegar na ilha, ele descobre que o Orfanato foi bombardeado durante a Segunda Guerra Mundial. Então, o que poderia ter acontecido??

Como todo mundo já deve saber, apesar das fotos sinistras, o livro não é de terror, nem sequer dá um medinho. Até a metade do livro, eu estava achando a história muito boa mas depois deu uma desandada. Achei o final meio bobo, esperava um pouco mais. Foi muito criativo do autor trazer criaturas novas, coisas diferentes que nós não estamos acostumados, porém, algumas coisas eu acho que ficaram um pouco mal explicadas. Não consegui associar muito bem os novos nomes e etc. No mais, o livro é legal, não foi um dos melhores que já li mas foi divertido e gostei de ter lido. Uma aventura pra passar o tempo!

Ainda não há previsão de quando o segundo livro (Hollow City) será lançado aqui mas já se sabe que quem dará continuidade a trilogia será a Editora Intrínseca, não mais a Leya. Ano que vem sai o filme com direção do Tim Burton e Evan Green no papel de Srta. Peregrine e Asa Butterfield como Jake. Já quero pra ontem!! 😀

Anúncios